14 Dicas para fazer o dinheiro crescer em 2012

Fazer aumentar o património

Agora que o ano está a chegar ao fim, é imperativo começar a delinear estratégias e formas de conseguir fazer o seu dinheiro crescer em 2012. Conseguir poupar é uma das grandes vantagens que terá, porém conseguir investir e receber um extra no final do mês é essencial para conseguir vingar no país no próximo ano, já que se avizinham momentos extremamente complicados.

Poupe ao máximo em casa

Poupar em casa é algo que os portugueses já estão fartos de ouvir, porém no ano de 2012 ainda vai ser necessário continuar a poupar. Relembramos assim algumas coisas que deve seguir: evitar deixar os electrodomésticos em stand-by, evitar contratar uma potência de electricidade superior aquela que é normalmente utilizada, evite ainda as refeições fora de casa constantemente, incluindo até o pequeno-almoço e os cafés. Estão feitas as contas e com estas pequenas mudanças pode poupar mais de 200€/ano sem que a sua vida e a qualidade da mesma se altere.

Cuidado com as Compras

Já aqui demos muitas dicas para conseguir poupar nas compras, mas num ano em que o IVA subiu e consequentemente o valor dos produtos, é necessário continuar a poupar e a fazer boas escolhas para conseguir poupar ao máximo. Salientam-se a aquisição de produtos de marca branca em detrimento de outras marcas mais conhecidas, a lista das compras sempre presente e ir sempre ás compras depois de almoçar ou jantar.

Reduza os gastos com o combustível

O primeiro conselho que podemos deixar, depois de tantas subidas que os combustíveis sofreram e vão sofrer, é evitar ao máximo a sua utilização, preferindo sempre que possível a opção dos transportes públicos. Se por outro lado não pode prescindir da utilização diária há algumas indicações que podem dar vários euros de poupança no final do mês. É importante que aproveite todas as promoções das bombas de gasolina, todas as parcerias que os hipermercados e lojas fazem com as mesmas e sempre que existirem cupões, não se prive ou envergonhe de os usar, pois cêntimo a cêntimo, no final do mês verá uma grande diferença.

Evite os Créditos

Já mostramos várias vezes todas as desvantagens que existem na utilização de créditos e cartões de crédito, porém, sempre que seja necessário recorrer a este tipo de serviços, faça-o com pleno conhecimento das condições.

Muitas instituições bancárias evitam colocar todas as condições nos contratos, o que em muitos casos significa um pagamento elevado de taxas anuais e outros pagamentos esporádicos, por isso pergunte e analise muito bem os contratos antes de assinar qualquer coisa.

Abuse nas entradas

Sempre que necessite de adquirir bens ou serviços a prestações que seja possível dar uma entrada para abater no valor final, faça-o em grande. Em primeiro lugar é muito mais fácil de conseguir financiamento com uma boa entrada e depois, dando uma boa entrada, vai reduzir o valor a pagar mensalmente e ainda o prazo de pagamento.

Escolha a casa certa

A escolha de uma habitação é sempre um momento importante, porém são poucas as famílias que têm noção que uma escolha errada da casa a habitar pode causar imensos estragos no orçamento. Uma casa que não seja adequada trás mais despesas com o crédito, com as despesas mensais (electricidade, água, etc.), dificultando imenso o seu orçamento mensal.

Uma boa forma de fazer as contas é evitar ao máximo a aquisição de uma habitação que exceda os 33% do seu orçamento mensal, pois este é o valor base com que se deve guiar para conseguir pagar tudo sem dificuldades.

Cuidado na venda da sua casa

Se vai vender a sua casa, convém que o faça quando ela está ao mais alto nível, aumentado assim o valor da mesma e ainda a probalidade dela ser vendida. Arranje os armários, pinte as paredes e cuidado com as arrumações gerais.

Deve ainda evitar colocar à venda em várias imobiliárias, pois de benefícios poucos têm e estará ainda ligada a várias empresas ao mesmo tempo, com os seus dados pessoais espalhados e possibilidade de mais cedo ou mais tarde essas empresas voltarem a usar esses dados.

Controle as suas despesas mensais

Saber onde gastou e quanto gastou é meio caminho para no mês seguinte conseguir poupar mais. Analise muito bem as contas mensais, desde despesas fixas a despesas esporádicas ou variáveis, controle tudo e veja onde pode alterar os seus hábitos para conseguir poupar.

Nós criamos uma tabela para os seus custos mensais estarem controlados, aproveite-a!

Tenha um mealheiro

Tenha um mealheiro pessoal, uma espécie de pé de meia de pequena dimensão, algo que poderá contar em casos de imprevistos. Este mealheiro pode servir para colocar o troco do pão ou do café, mas nunca deverá colocar demasiado dinheiro diariamente no mesmo, se não funciona como um gasto. Lembre-se que aos poucos, tudo se consegue. Alguns cêntimos por dia não vai reparar na carteira, mas ao final do mês já tem lá alguma coisa, nem que seja para carregar o telemóvel ou comprar um mimo para os mais novos.

Amortizações

As amortizações são sempre boas ideias, principalmente quando isso não implica o pagamento adicional de taxas. Por isso, antes de começar a pensar em pagar amortizações, analise o contrato e veja se é benéfico fazer uma amortização ou se é melhor evitar ao máximo.

Na maior parte dos casos, as amortizações são feitas com prémios que se ganham ou mesmo com valores extra que se conseguem de forma deliberada, porém em alguns casos podem resultar numa redução de quase 20% da mensalidade dos créditos, o que significa sempre uma poupança ao final do mês.

Consolidar Créditos

A consolidação dos créditos é uma das soluções mais populares nos dias de hoje. Em alguns casos a redução pode atingir os 60% no orçamento mensal, porém, para saber mais, leia aqui: Aprender a reduzir as dividas com o Crédito Consolidado!

Não tenha medo de procurar ajuda

Se ainda assim não consegue poupar o suficiente para conseguir dar a volta à situação, não tenha medo de recorrer a profissionais para aconselhamento especializado e encaminhado para o seu problema. Os gabinetes dos bancos ou mesmo da Deco são uma boa solução para aconselhamento profissional.

Cuidado com os seguros

Para conseguir poupar ao máximo, aconselhamos que tenha os seus seguros todos na mesma seguradora, podendo assim discutir valores de uma forma mais honesta. Deverá ainda analisar muito bem todas as propostas, através dos simuladores online consegue perceber facilmente onde tem mais vantagens em ter os seus seguros.

Lazer Low Cost

Algo que não queremos de forma alguma é que centre a sua atenção exclusivamente no trabalho ou na poupança diária. Por isso, é importante que se divirta individualmente ou em família, mesmo que seja de uma forma low cost, aproveitando todas as ofertas existentes de forma gratuita, como é o caso dos museus e parques municipais para um bom passeio.

 

Comments

  1. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *