Quanto custa abrir uma empresa?

Tem a ideia de um negócio e agora precisa de abrir uma empresa para poder transformar essa ideia em algo concreto. Se a sua grande questão é não saber ao certo quanto irá gastar de um ponto vista total, este artigo poderá ajudar a clarificar isso.

Registo da empresa

Para abrir uma empresa, pode realizar presencialmente ou via online o registo da mesma. O custo é de 360€, que deve ser pago no ato do registo da empresa, neste valor está incluído:

  • Registo Comercial;
  • Publicações associadas à constituição da sociedade

Caso os membros da sociedade optem por ter bens ao invés de dinheiro como parte do capital social total realizado, poderão acrescer ao valor acima indicado os seguintes:

  • Certificado de Admissibilidade – 75€ a 150€;
  • Bens imóveis – cada 50€;
  • Bens móveis – cada 30€;
  • Associar uma marca– 100€ a 200€;
  • IMT – este valor varia consoante o imóvel em causa;
  • Outros imposto que decorrem de negócios jurídicos que sejam celebrados;

NOTA: Todos estes pagamentos devem ser efetuados previamente à constituição da empresa.

Despesas – contabilidade

Com a necessidade de ter contabilidade organizada, ser-lhe-á necessário que contemple os custos que terá no futuro com a contratação de um TOC:

  • Honorários;
  • Serviços extra contratados;

Os valores para este tipo de serviço, começa pelos 123€ e não tem tecto máximo. São valores muito específicos e para ter uma melhor ideia do mercado aconselhamos alguma pesquisa. Os valores apresentados já contemplam IVA à taxa legal em vigor.

Impostos

Esta será talvez das fatias mais pesadas em termos de custos. Deixamos uma pequena listagem do que terá que contemplar:

  • IRC – Taxado a 17% até 15.000€ do lucro tributável e taxado a 21% o remanescente deste valor;
  • IVA – Caso a actividade comercial não esteja isenta de pagamento de IVA, a empresa terá que pagar IVA mensal ou trimestralmente. As taxas de IVA actualmente em vigor (em Portugal Continental) são de 23%, 13% e 6%, que dependem dos produtos ou serviços comercializados;
  • Derrama Municipal – Incide sobre o lucro tributável, sendo fixado pelo município onde está sediado a empresa, e tem um tecto máximo de 1,5%;
  • PPC – Pagamentos por conta, que são na prática adiantamentos de IRC ao estado, com base na coleta do ano anterior (NOTA: no primeiro ano de atividade a empresa está dispensada deste pagamento);

Outros custos

Para além de todos os custos acima referidos para abrir uma empresa, listam-se mais custos que incorrerão para o bom curso da empresa:

  • Advogados – é importante contemplar ocasionais custos com advogados, no decurso da vida de uma empresa existem momentos em que a opinião de um advogado fará diferença e será importante;
  • Aquisição de um software de faturação – é um investimento obrigatório de forma a ser certificado pela Autoridade Tributária e estar conforme a lei;
  • Livro de reclamações – outra coisa obrigatória e da qual não poderá abdicar;
  • Custo com as instalações físicas da empresa – deverá contemplar no orçamento o custo com renda, manutenção, condomínio e outras despesas inerentes;
  • Fornecimentos e serviços externos – esta fatia é paga mensalmente e será ponderada pois irá contemplar o necessário como luz, água, internet, segurança, seguros;
  • Custo com pessoal – no caso de necessitar de contratar colaboradores contemple rubricas como salários, subsídios e segurança social;
  • Marketing e publicidade – dependendo o objecto da empresa esta rubrica poderá ser necessária de ser contemplada;

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *