Insolvência pela segurança social

Quanto custa pedir a insolvência pessoal ?

Quando se chega a uma fase de sobreendividamento onde já existe penhoras sobre salários, prestações bancárias em mora e nenhuma hipótese de inverter a situação , o melhor a fazer é consultar um advogado e expor o seu caso para lhe ser concedida a sua insolvência pessoal.

Tal como referimos neste artigo é preciso saber diferenciar as situações de endividamento, no entanto neste artigo de hoje vamos abordar quanto lhe pode custar requerer a sua insolvência.

Preços da insolvência

Se tem condições monetárias para contratar um advogado especializado em insolvência os preços podem variar muito, estamos a falar preços entre os 500 a 3500 euros , mediante o advogado que procure. Apesar de referirmos especializados em insolvências, nos dias de hoje é quase um processo linear para qualquer advogado, a não ser naturalmente que o seu caso seja bastante complexo.

Pedir a insolvência através da Segurança Social

Para grande maioria dos casos onde os rendimentos não permitem a contratação de um advogado por meios próprios, deve solicitar na segurança social apoio jurídico. Para tal basta dirigir-se à segurança social da sua zona e pedir o impresso para apoio jurídico, preencha e anexe os documentos solicitados , depois é só entregar e esperar pela resposta.

Independentemente da resposta é sempre informado via carta pela decisão. Em caso de aprovação é lhe dado a informação do advogado que irá trabalhar consigo e os respectivos contactos para o contactar. Saliento que o advogado nomeado é sempre próximo da sua zona de residência.

Não se esqueça no requerimento pedir a dispensa de taxas de justiça,nomeação e pagamento da compensação de patrono e pagamento da compensação de defensor oficioso .Peça ajuda aos funcionários da segurança social para ter a certeza que vai tudo bem preenchido de acordo com o que pretende.

A resposta por norma demora em média cerca de um mês a chegar e assim que contacte o seu advogado nomeado , irá ter um reunião com ele para ser avaliada a sua situação. Recomendamos que antes de ir , reúna toda a documentação que ache importante, tais como extractos de dívidas de todos os seus créditos, mapa de responsabilidades do Banco de Portugal , declarações de rendimentos e autos de penhoras que existam.

Levando estes documentos consigo irá ajudar o advogado e ter na primeira reunião uma ideia exacta da sua situação financeira e agilizar todo o processo. mal tenha reunido toda a documentação e informação, irá entregar o requerimento no tribunal para lhe ser concedida a sua insolvência.

Se quer já levar o impresso preenchido por fazer download aqui

As empresas e associações compensam ?

A equipa que trabalha neste site, tem uma opinião muito pessoal onde achamos que não compensa recorrer a empresas ou associações, pelo simples facto que elas cobram dinheiro para serem intermediários de advogados, que no fundo são os únicos que podem apresentar o requerimento da insolvência e tratar da sua situação.

Mesmo as associações que dizem sem fins lucrativos e que o ajudam gratuitamente, até o fazem , mas se você for sócio… e para isso tem que pagar uma quota para lhe ser disponibilizado uma reunião com um consultor que posteriormente irá sugerir um advogado que trabalhe com eles e muito provavelmente também lhe irá tentar cobrar dinheiro para lhe fazerem um check up financeiro para avaliar o seu grau de endividamento.

No fundo estamos a falar de quota mais check up financeiro , o que terá um custo total entre 160 a 350 euros , mediante empresa ou associações, sem contar com as empresas que cobram logo já com os honorários do advogado, onde ai já o valor situa-se entre os referidos no começo deste artigo.

Conclusão

Na nossa opinião deve deixar de parte intermediários. Se quer realmente resolver a sua situação vá directo à contratação de um advogado, seja pelos seus meios económicos ou pela segurança social . É mais simples, barato,  profissional e  rápido !

 

 

Joana Esteves

Paixão pela internet e finanças pessoais . Autora de vários artigos no site Aprender a Poupar.

6 thoughts on “Insolvência pela segurança social

  • Pingback: Advogados de insolvências pessoais e empresas

  • at
    Permalink

    Joana, agradeço o feedback esclarecedor.
    De lamentar é essa “corja” que por aí anda, que disfarçados aparentam ser “cordeiros” quando na verdade, são é mais uns lobos a tentar ganhar dinheiro ás custas de quem já está endividado até aos cotovelos.

    Reply
  • at
    Permalink

    Bom dia Doutora o meu problema e o seguinte.Estou a pagar uma divida que me tem sido reterida do meu ordenado.Acontece que tenho 63 anos sinto falta de saude para o trabalho que executo que e muito forçado trabalho com pessoas de idade.Quero despedir-me por nao me sentir bem.Como faço?Sei que nao vou ter direito ao subsidio de Desemprego.Estou a entrar em desespero Primeiro a minha saude segundo a minha divida.Por favor a sua ajuda onde,e como devo fazer.Bems materias nao os tenho vivo em casa arrendada.Obrigada pela atençao”

    Reply
  • at
    Permalink

    bom dra o meu companheiro foi alvo do mes de dezemnbro de uma penhora no ordenado e subsidio de natal 1/3 em cada vencimento no mesmo mes o valor do ordenado e liquido e 485 .como posso agir .obrigado agrado resposta

    Reply
  • at
    Permalink

    bom tardedra o meu companheiro foi alvo do mes de dezemnbro de uma penhora no ordenado e subsidio de natal 1/3 em cada vencimento no mesmo mes o valor do ordenado liquido e 485 .como posso agir .obrigado agrado resposta

    Reply
  • at
    Permalink

    Boa tarde

    Apos cerca de 15 anos como empresario em nome individual, e fecho da empresa por ruptura da tesouraria.
    estou neste momento numa situação de desespero com ordenado penhorado, entre outros pedidos de penhora, não temos actualmente qualquer forma de pagar. entre os credores estão finanças e segurança social, e mais tres credores, senhorio e duas empresas fornecedoras.
    Como proceder e se é possivel pedir uma insolvencia?
    grato pela resposta

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!