A insolvência será bom para mim?

A insolvência

Apesar de nos últimos anos as insolvências pessoais terem infelizmente aumentado bastante ainda existe muitas pessoas endividadas com receio se de facto declararem a sua insolvência pessoal seja a melhor solução para o seu caso.

Se está com problemas bancários graves do qual já se encontra afogado em dívidas então o mais certo é a resposta ser sim ! A insolvência pessoal  pode ser a solução que vai permitir dar a volta por cima na sua vida.

Quando se está endividado e se é apanhado numa bola de dívidas e não se tem meios para pagar, o que acontece nestes casos a médio longo prazo é uma forte pressão dos credores de forma a reaverem o seu dinheiro e não poupam esforços em telefonemas e cartas com ameaças de avançarem para processos de penhoras de bens.

O pior disto é que de facto estas ameaças mais cedo ou mais tarde torna-se realidade e quando menos esperar tem uma penhora sobre o seu salário ou pior ainda um penhora sobre a sua casa. E como é natural só levantam a penhora se pagar a dívidas ou em casos muito raros se chegar a um acordo que seja favorável para o credor.

Visto o problema assim de nada vale não pedir a insolvência com medo de perder os seus bens na exoneração do passivo restante porque se continuar assim mais cedo ou mais tarde vai perder tudo e fica com as dívidas à mesma ou grande parte delas.

Pedindo a sua insolvência e mal ela seja declarada pelo tribunal as execuções em marcha contra si são anuladas assim como se tiver penhoras sobre o seu ordenado a mesma é levantada.

Posteriormente e após outros passos que já aqui referimos noutros artigos sobre insolvências , após cinco anos ficará livre de qualquer dívida mesmo que não tenha sido paga no período da insolvência e poderá recomeçar a sua vida de novo, sem dívidas nem problemas bancários.

Caso tenha várias dívidas e deixe o problema andar por si próprio vai demorar anos ou mesmo uma vida toda com o seu ordenado penhorado por exemplo, porque não é permitido mais do que 1/3 sobre o ordenado, logo se existirem vários credores a quererem penhorar o seu vencimento as execuções ficam em espera até que o primeiro credor tenha o seu dinheiro na totalidade e assim sucessivamente. Saliento também que mesmo em espera vai acumulando juros.

Se está nesta situação faça agora a pergunta a si mesmo: Afinal a insolvência não será a única e boa solução para o meu caso?

 

 

Joana Esteves

Paixão pela internet e finanças pessoais . Autora de vários artigos no site Aprender a Poupar.

3 thoughts on “A insolvência será bom para mim?

  • at
    Permalink

    Boa noite.
    Gostaria de poder tirar algumas duvidas sobre insolvencia pessoal, as quais não estou aqui descritas. Como poderei contactar consigo para poder esclarecer essas duvidas, sem ser por comentario no site?
    Com os maiores agradecimentos
    Mónica Cruz

    Reply
  • at
    Permalink

    Bom dia

    Pedi a insolvência pessoal e foi aprovada pelo tribunal.
    Fiquei nesta situação porque fui avalista de uma empresa do qual sou sócio apenas.
    A empresa vendia para Angola e São Tomé e Príncipe e a dado momento deixaram de pagar porque não tem dólares para fazer os pagamentos. O que me irá acontecer porque meti a insolvência, não porque devia. Pessoalmente não devo nada .

    Melhores cumprimento
    António Pina

    Reply
  • at
    Permalink

    eu abri insolvençia porque tinha varias dividas uma da minha casa e imprestimos pessoais no mesmo banco de 139 mil euros mais uma divida em outro banco de 10 mil euros e outra divida de uma finançeira de 3mil euros e neste momento isso tava no banco de portugal e agora fez 5 anos em julho mas no tribunal eles dicerem que acabava a insolvençia em setembro ou seja este mes mas que a joiza do porseço nao aceitou que a minha divida ficaria paga nestes 5 anos ou seja posso levar ate 20 anos com esta divida como isso é possivel ? e eu ja fui ao banco de portugal ver a minha resposabilidade de creditos e a minha divida maior que é da minha casa não esta no banco de portugal o banco vendeu a uma impresa que ja me ligou para fazer um acordo de pagamento mas eu nao fiz acordo nehum com este impresa para o banco veder a minha divida eu deveria ser avisado e nuca fui contactado a enformar que o banco tenha vendido a minha divida, eu hoje dia 29/09/2019 so tenho no banco de portugal duas dividas de dois banco que é um valor de 13 mil euros dos dois bancos a outra divida de um outro banco da casa e mais dois creditos no mesmo banco que dá um valor de 139 mi euros. já não se encontra no banco de portugal . eles vender a casa a quem foi nem por qual foi o valor da venda e assim nao sei a diferenca que vai abater da divida dos 139 mil euros . mas como já refereu esta divida não esta mais no banco de portugal.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: O conteúdo está protegido !!