6 Dicas para Aprender a Poupar

Com o custo de vida cada vez mais alto, é difícil fazer o dinheiro chegar ao fim do mês. Muitas são as despesas mensais que as pessoas enfrentam, para não falar dos gastos supérfluos, dos quais nem sempre nos apercebemos.

Neste artigo vamos deixar 6 pequenas dicas para aprender a poupar para que faça com o que o dinheiro dure o mês todo e para não cair na tentação de gastar dinheiro por impulso.

1. Faça um tracking dos gastos

Aponte numa agenda física ou digital, os gastos que vai tendo ao longo do mês. Isso não só irá permitir saber onde gastou mais dinheiro, como vai permitir monitorizar aqueles pequenos deslizes de compras compulsivas e evitar que isso se suceda futuramente.

2. Crie incentivos

Arranje um frasco de vidro (pode ser daqueles onde vem o grão ou o feijão), e escreva a caneta permanente algo que pretende comprar ou fazer a médio prazo, por exemplo: fazer uma viagem a Itália, fazer um cruzeiro, renovar os móveis da cozinha.

O importante é que seja algo que realmente ambicione. Comece por meter apenas moedas de 1€ (nunca de menor valor, por irá encher o frasco rapidamente, sem que isso signifique necessariamente uma poupança de valor substancial).

Coloque o frasco num local visível, assim irá sentir-se motivado e irá canalizar a atenção para a poupança ao invés do gasto supérfluo.

3. Evite comer fora

É verdade que é muito mais fácil chegar ao restaurante, pedir a comida e esperar por receber um prato delicioso e quentinho, mas isso ao fim do mês constitui um gasto astronómico e desnecessário.

Comece por pesquisar os seus pratos favoritos e compre somente os ingredientes que necessita e vá experimentando.

Poderá sempre fazer a mais, congelar o que sobra em caixas individuais, nos dias em que estiver mais cansado basta tirar do congelador e aquecer no micro-ondas.

4. Faça compras mensais

Tira uns minutos para fazer uma lista com tudo o que vai necessitar ao longo do mês – azeite, ovos, carne, massas, detergentes para roupa, produtos de higiene pessoal.

Escreva ao pormenor os produtos e as quantidades que vai comprar.

Ao reduzir as idas ao supermercado para uma, irá ter tendência a gastar menos dinheiro porque terá tudo o que precisa em casa, e mesmo que vá comprar algo que se esqueceu, é mais fácil entrar e sair por causa de um produto, do que 20!

Estipule também um valor máximo que pretende gastar com as compras mensais, senão irá deixar o ordenado no supermercado!

5. Cartão de crédito? EVITE!

Os cartões de crédito são, muitas vezes, o último recurso para quem não consegue fazer face às dividas no imediato. No entanto, esquecem-se que o dinheiro lhes é emprestado e que além de ter que devolver o que gastaram ainda pagam juros por cima.

Resumindo acabam por gastar muito mais do que gastariam, se tentassem arranjar uma solução mais arcaica para fazer face às dividas já existentes.

6. Arranje hobbies gratuitos!

A melhor forma de poupar dinheiro é não o gastar. Diversão e lazer não são sinónimos de gasto de dinheiro, ao contrário do que se pode pensar.

Pense nos livros que tem lá em casa na estante que os seus amigos lhe foram oferecendo e servem apenas de decoração – se desenvolver um hábito de leitura, isso vai levá-lo a que esteja mais tempo ocupado e terá menos tempo para andar perdido pela internet em market places ou por lojas físicas; pratique desporto – correr, andar de bicicleta (patins, ou skate) são coisas que não requerem dinheiro, e que lhe vão fazer bem a nível físico e psicológico.

Estas são apenas algumas das dicas para aprender a poupar que tem à sua disposição para começar a poupar!

Mas é importante que tenha consciência de que nada será possível se não estiver focado a isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *