Livre-se das dívidas

Livre-se das dívidas e comece a recuperar a segurança económica

Perdeu o controlo da sua vida financeira? Está afogado em dívidas e não sabe para onde se virar? Está num espiral onde já começou a pedir cartões de crédito para pagar outros cartões de crédito?

dividas

Tenha calma, respire fundo e em vez de se vitimizar ou continuar a ignorar o problema, mexa-se para o resolver. É preciso vontade e ação. As dívidas não vão desaparecer se continuar apenas a queixar-se.

Se está mesmo decidido a avançar, não vai ser fácil. Terá de realizar muitos sacrifícios, readaptar a sua vida e deixar de comprar aquele casaco com que tanto sonhava. Mas o que terá a ganhar será ainda maior.

Organize-se e cancele cartões de crédito

Por vezes um cartão de crédito pode ser útil e ajudá-lo a sair de uma situação complicada. Deve é ser usado com moderação. Nem todas as pessoas o conseguem realizar e facilmente caem na tentação de gastar mais do que aquilo que podem. Trate primeiro de se organizar, analise todos os cartões, as datas de pagamento e veja se não será melhor concentrar todas as dívidas num só cartão ou num empréstimo para facilitar os pagamentos. Se conseguir, suspenda de imediato todos os cartões de crédito. Para acabar com um problema, não pode continuar a alimentar a sua raiz.

Elimine os extras da sua vida

Sente-se e aponte num bloco de notas tudo aquilo que consegue eliminar da sua vida e não é assim tão indispensável. Idas ao cinema, jantares fora de casa ou televisão por cabo. Terá de reaprender a viver, de descobrir novas ocupações que não custem tanto dinheiro, mas acabará por valer a pena e quem sabe se não descobrirá outros prazeres da vida?

Estabeleça um plano

Existem várias aplicações gratuitas na internet que o vão ajudar a estabelecer um plano de acordo com aquilo que recebe e os gastos que deve realizar. Veja as contas fixas que tem para pagar.  Precisa de saber para onde vai o seu dinheiro, mesmo antes de começar a pagar. Um plano deve ser sempre flexível porque a vida muda e poderá ter de realizar adaptações.

Pague as suas contas online

Estabeleça um método de pagamento para todas as suas contas para não se perder. O débito direto para algumas contas poderá ajudar. Estabeleça um montante para cada área da sua vida e não o ultrapasse. Por exemplo, se já tiver oportunidade reserve 10 euros mensais para uma ida ao cinema.

Comece a criar um pé de meia

Não deve descurar este item. Tente todos os meses deixar algum dinheiro de parte. Nem que seja um euro. É importante para os momentos mais difíceis. A vida está sempre cheia de imprevistos. Uma pequena reparação num carro ou uma ida ao hospital podem exigir-lhe um esforço financeiro extra.

Procure aumentar os rendimentos

O país atravessa por um momento difícil e os empregos não abundam. Mas se está a querer ver-se livre de dívidas, este período poderá exigir mais de si e deve procurar fontes alternativas de receita. Procure outro part-time ou um trabalho como freelancer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *