Dicas para poupar nas obras em casa

Dependendo das dimensões das obras que pretende fazer em casa, os gastos podem ser enormes, e não se pode dar ao luxo de ir até aos extremos.

Em primeiro lugar, pesquise alguma empresa de sondagem para que veja se tem um solo em condições e, se sim, economizará com a terraplanagem e fundações. Contudo, caso tenha um terreno e ele seja acidentado, pode fazer a terraplanagem; mas quem deve decidir isso é o projecto arquitectónico, o qual pode tirar proveito da inclinação e dos acidentes naturais do local.

Caso o seu orçamento o permita, contrate um arquitecto e diga-lhe quanto pretende gastar com a construção. Reveja os projectos da sua casa e esteja sempre presente; o processo sairá assim muito mais barato do que derrubar paredes no meio da obra. O telhado é um dos pontos que gasta mais numa construção, pois os recortes no desenho requerem mais gastos com materiais e mão-de-obra. Construir a casa de banho e a cozinha anexadas possibilita uma boa economia nos canos, pois as ligações serão partilhadas e haverá menos riscos de danificação.

Construir divisões como a cave e salas de jogos só deve acontecer se realmente forem utilizados, pois ai os custos aumentarão imenso.

Após o seu projecto estar completamente pronto, é necessário um planeamento da obra, elaborado em conjunto com o profissional responsável, registando a ordem de execução dos serviços, duração e custo de cada fase, assim evitando gastos com mão-de-obra ou materiais desnecessários.

De preferência, contrate mão-de-obra que seja indicada por algum amigo e evite comprar materiais tradicionais; além de mais baratos são mais fáceis de repor futuramente.

Estes são os passos essenciais para economizar nas obras. Caso realmente deseje ampliar a casa com extras na casa terá de apertar ainda mais o cinto e avançar sem medos, desde que não passem de meros caprichos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *