Dicas para organizar e definir os seus objectivos financeiros

Imaginemos que uma pessoa quer criar uma empresa, abrir um negócio próprio ou atingir um outro objectivo que custe elevadas quantias de dinheiro. Para isso não basta sonhar, tem que se ser prático, tem que se ter noção de como o fazer sem correr demasiados riscos.

Primeiro que tudo, considere as suas despesas mensais. Quanto é que está gastar realmente e quanto lhe sobra após pagar todas as contas? Provavelmente não muito, mas isso pode mudar se começar a fazer cortes.

Assim que terminar com os cortes, defina um orçamento semanal, mensal e anual de forma a tornar a sua vida um pouco mais certa e não cometer deslizes indesejáveis. Caso cometa um desses deslizes, pelo menos já terá uma maneira de contorná-lo, considerando o orçamento elaborado.

Não pense sequer em obter contas bancárias conjuntas. O primeiro passo para tomar controlo total sobre o dinheiro, é ter todo esse controlo. Mais simples não há. Se o risco do seu dinheiro ser gasto nas mãos de outra pessoa existisse, qualquer coisa poderia correr no futuro.

Fale com um consultor financeiro se não souber exactamente como investir caso esteja a pensar em arrancar com um negócio pessoal. Claro que poderão existir os seus custos, mas é como se diz: ás vezes tem que se gastar dinheiro para ganhar dinheiro, embora o essencial seja gastar o menos possível.

Se estiver bem de finanças, pode pedir um empréstimo ao banco, explicando onde e como o dinheiro será investido. Se o motivo for válido e tiver condições para pagar o que deve, não há razões com que se preocupar.

A verdade é que pode ter tanto dinheiro quanto desejar, desde que se concentre essencialmente onde o gasta. Se o deixar de gastar, terá mais para si. Essa é a primeira e mais importante regra de obter um pouco mais de liberdade financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.