Créditos Particulares

Financiamento entre particulares

Créditos particulares entre amigos, família ou conhecidos é cada vez mais comum desde que a banca ficou mais exigente para dar crédito. Os empréstimos entre particulares são legais e para protecção de ambos os intervenientes deve ficar tudo contratualizado de forma a no futuro não haver problemas

 

Regras para créditos particulares

A legislação obriga a contratualizar o empréstimo entre particulares para montantes desde 2000 euros a 25 mil euros, mas aconselhamos que independentemente do valor ser mais baixo contratualizar o empréstimo de forma a ficar tudo escrito de forma transparente. Este tipo de crédito entre particulares obedece a juros previamente estabelecidos por lei, sendo que deve orientar-se por eles e não pactuar com investidores que cobram juros abusivos.

 

Juros para créditos entre particulares

Existe duas situações, com ou sem garantia:

Com garantia – A taxa legal é de 4% não podendo a mesma ser superior a 7%

Sem garantia – A taxa legal é de 4% não podendo ser a mesma superior a 9%

Estas são as taxas de juros permitas pela lei, em caso de não cumprimento destas taxas de juros , podem ser aplicadas coimas ou até prisão.

Juros de Mora

Incumprimento com garantia – Máximo de 11%

Incumprimento sem garantia – Máximo 13%

O credor ao invés de cobrar por estas taxas de juros em caso de incumprimento pode cessar o contrato e exigir reaver o montante na sua totalidade ao abrigo da lei.

 

Amortização da dívida em empréstimos particulares

Para pagar a totalidade do empréstimo antes do prazo, pode fazer sem qualquer problema, no entanto o credor pode e tem direito de exigir a totalidade dos juros. Se o mesmo prescindir dos juros , ai sim pode efectuar o pagamento na totalidade sem os juros, mas convém que fique estabelecido o acordo por escrito .

 

Contratos para créditos particulares

Até 2499 euros – Não existe obrigatoriedade de contratualizar o empréstimo

2500 a 25000 – É obrigatório contratualizar o empréstimo

+ 25000 – É obrigatório escritura pública

Nos empréstimos inferiores a 25 mil euros , apesar de contratualizado o financiamento é elementar ( mas não obrigatório ) as assinaturas dos intervenientes serem reconhecidas no notário.

 

 

 

 

 

Comments

  1. By A. Pereira

    Responder

    • Responder

      • By Sandra

        Responder

      • By eduardo barbedo

        Responder

      • By Raquel Lopes

        Responder

  2. Responder

  3. By pauloneves00@hotmail.com

    Responder

  4. By Luis Martins

    Responder

  5. By amandio siva

    Responder

  6. By igor silva

    Responder

  7. By Paulo Duarte

    Responder

  8. By Pereira Silva

    Responder

    • By Manuel Fernando Soares Pimenta

      Responder

  9. By anabela silva

    Responder

  10. By carmen silva

    Responder

  11. By mario luis fernandes gonçalves

    Responder

  12. By Ana

    Responder

  13. By Manuel Cardoso

    Responder

  14. By Luís costa

    Responder

  15. By a.silva

    Responder

  16. By Damaso

    Responder

  17. By eduardo augusto

    Responder

  18. By Ana

    Responder

  19. By Costa

    Responder

  20. By sandra dantas

    Responder

  21. Responder

  22. By vania ribeiro

    Responder

  23. By Erlei

    Responder

  24. By antonio soares

    Responder

  25. By by linda

    Responder

  26. By isabel maria

    Responder

  27. By Rita

    Responder

  28. By alice maria soares favinha

    Responder

  29. By Antonio Augusto Madeira Costa

    Responder

  30. By Daniel Jose Fernandes do Nascimento

    Responder

  31. By Alvaro Varela Jesus Maria

    Responder

  32. Responder

  33. By Susana F.

    Responder

    • By Alexandra Afonso

      Responder

  34. By paulo silva

    Responder

  35. By serafina marques

    Responder

  36. By Alexandra Afonso

    Responder

  37. By A. Simões

    Responder

  38. By sil

    Responder

  39. By sil

    Responder

  40. By cidalia pereira

    Responder

  41. By Margarida

    Responder

  42. By A. Simões

    Responder

  43. By Maria

    Responder

  44. By j.duarte

    Responder

  45. By paulo alexandre

    Responder

  46. By Ana Maria nogueira Ribeiro

    Responder

  47. By Norberto Cunha

    Responder

  48. By césar gomes soares

    Responder

  49. By Liliana dias

    Responder

  50. By Liliana dias

    Responder

  51. By Liliana Nunes

    Responder

    • By Guida

      Responder

  52. By Guida

    Responder

  53. By Araújo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *