Burlas financeiras sobre créditos

Quem está com dificuldades financeiras tenta por todos os meios resolver a situação, porque ninguém, gosta de passar por pressões por parte dos credores ou fugir às responsabilidades dos créditos contraídos.

Com isto muitas pessoas percorrem a internet e jornais à procura de financiamento para resolver os seus problemas, quando para muitos a solução passa por uma renegociação de créditos ou mesmo medidas mais extremas como a própria insolvência, isto porque qualquer pessoa que esteja em incumprimento bancário, tem o “nome sujo no Banco de Portugal”, logo qualquer entidade financeira lhe recusará financiamento a não ser que apresente uma excelente garantia bancária, e mesmo assim são caso excecionais.

burla cartao de credito

A procura de crédito fácil para fugir ao incumprimento e à insolvência tornou-se grande, e com isto os burlões viram um negócio de ouro, para poderem aproveitar-se das desgraças dos outros para lucrarem dinheiro, prometendo crédito fácil mesmo para quem tem problemas bancários.

Os cuidados a ter com os anúncios de crédito

Se tem problemas bancários como incumprimento de prestações, vários créditos e rendimentos baixos, penhoras activas ou outros, o melhor conselho a lhe dar é não procure crédito mas sim uma solução viável para sair dessa situação, solução essa já referida acima.

Se mesmo assim optar por procurar créditos online, conheça algumas formas de detectar o que são fraudes.

Empréstimos vindos do estrangeiro

São facilmente detectáveis pela escrita cheia de erros e com a promessa de financiamento fácil através de empresas estrangeiras.

Este tipo de burlões pedem dinheiro ou envio de documentos. Em caso de dinheiro, o burlão vai apoderar-se dele e posteriormente ficar incontactável ou dizer que o financiamento não foi possível.

Acontece em muitos casos ser pedido um segundo montante em troca de desculpas como, “é necessário para impostos de selo” ou “ para despesas de processo.

Mesmo quando só lhe pedem documentos é necessário muita cautela, porque os mesmos podem ser usados para vários fins em outros países e existe casos em Portugal em que pessoas enviaram os documentos para certos anúncios e depois descobriam que faziam parte de empresas estrangeiras em que estavam afogadas em dívidas, tendo que responderem por essas dívidas.

Directores de empresas

Há vários anúncios deste tipo, que ao serem contactados prometem crédito fácil, com a desculpa de fazerem parte da direcção de um grupo financeiro seja ele em Portugal ou não, o mais certo é ser uma fraude e mais tarde ou mais cedo, vai lhe ser pedido dinheiro em troca do financiamento.

Assim que lhe for dado o dinheiro, essa pessoa deixará de estar disponível para contacto, sendo que muitos trocam o email e telefone e passam para outra vitima.

Consultores financeiros com contactos privilegiados

É o típico anúncio onde ao contactar o anunciante o mesmo promete financiamento, independentemente de ter ou não problemas bancários, devido aos seus contactos privilegiados junto a bancos ou financeiras, mas para tal cobra uma boa quantia antecipadamente para lhe ser concedido o crédito.

Há semelhança de todos os outros, assim que lhe passar o dinheiro para as mãos, o mesmo desaparece e fica incontactável.

Ser empresa, não significa confiança

Há algum tempo atrás estoirou a bomba na extra consumo, uma empresa que alegadamente prometia créditos fáceis a qualquer pessoa que os contactasse.

Contudo exigiam um pagamento para despesas de processo que rondariam entre as dezenas ou centenas de euros, e assim que o dinheiro lhes era transferido, ao serem contactados por parte dos clientes, enrolavam a situação e em último caso diziam que o crédito não tinha sido aprovado.

Saliento que este empresa ao cobrar as despesas do processo, davam como certo a aprovação do crédito, o que depois não viria a suceder.

Conclusão

Se tem problemas bancários e por mais desesperado que esteja apara resolver a sua situação, pare e pense friamente em resolver de vês o problema e não adiá-lo.

O financiamento está fora de hipótese, porque nenhum banco ou financeira lhe vai emprestar o dinheiro porque tem problemas bancários, logo ou tenta renegociar os seus créditos, ou em último caso avance para a insolvência pessoal , onde após cinco anos terá a sua vida financeira resolvida.

Comments

  1. By Fátima Marques

    Responder

  2. By Teresa maria arezes arantes

    Responder

  3. By Ana Patrícia da Silva Domingues Azambuja Pina

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *