10 Mandamentos para Poupar

Saber poupar dinheiro

São muitas as dicas para poupar ao final do mês alguns euros, proporcionando assim uma vida mais folgada. Algumas dessas dicas já aqui foram mencionadas, nomeadamente no que diz respeito à água, electricidade, combustível, telecomunicações, entre outros. Porém, além de saber poupar, para conseguir atingir o seu objectivo é necessário saber investir, da forma correcta e sempre que possível, impor um determinado ritmo e regras no seu mês.
São exactamente esses mesmos “mandamentos” que vamos deixar aqui para conseguir gerar mais dinheiro ainda.

Pague-se a si mesmo

Uma forma de conseguir gerir as suas poupanças da melhor forma é iniciar o mês a pensar nisso. Isto é, assim que o ordenado entrar na conta, (depois de analisar qual é a poupança mensal ideal) retire esse dinheiro para o seu porquinho, mealheiro, envelope, como desejar. Ao pagar-se a si mesmo no início do mês, apesar dos sacrifícios, já tem a sua poupança de lado e nada lhe vai impedir de retirar a mesma, ao contrário do que pode acontecer ao final do mês.

Cartões de Crédito e Dívidas

Os cartões de crédito e os créditos de consumo são péssimos para quem deseja poupar. A possibilidade de adquirir produtos e serviços este mês e pagar apenas para o mês seguinte pode mesmo vir a trazer problemas financeiros do tamanho do mundo. Assim, evite qualquer tipo de despesas que passem de um mês para o outro, tudo o que consome num mês deve ser pago no mesmo.

Crédito Habitação inferior a 30 anos

Este nem é necessário explicar muito certo? Um crédito habitação já tem taxas elevadas, com juros bastante presentes e pagamentos finais muito diferentes dos que estamos à espera. Se além disso o crédito habitação for de pagamento superior a 30 anos, então prepara-se para juros elevadíssimos, com taxas aplicadas de valores astronómicos que vão fazer desejar nunca ter comprado casa.

Despesas dos Cartões de Crédito

Deverá evitar ao máximo a aquisição de cartões de crédito, porém, quando o fizer deve analisar e ler muito bem todas as taxas e despesas a que estará sujeito, pois em alguns casos pode exceder os 50€ anuais, uma despesa que pode evitar.

Não pague o mínimo do cartão de crédito

Algo muito comum hoje em dia, para quem utiliza os cartões de crédito, é o pagamento mínimo do mesmo, isto é, assim que é activo o crédito do cartão, no mês seguinte terá que fazer o pagamento do mesmo (na maioria dos casos), porém a tendência é para pagar simplesmente o que deve e nunca ficar com saldo positivo no cartão, um erro bastante comum nos dias de hoje.

Adquirir produtos e serviços e pagamento posterior

Se vai usar os créditos para a aquisição de produtos e serviços o mais provável é que quando a conta chegar, os mesmos já não existem. Assim, evite a aquisição de produtos/serviços que já não existam quando a conta chegar, pois estará a fazer o pagamento posterior de algo que já lhe serviu de algo mas agora não serve.

Vários Cartões de Crédito

Se um cartão de crédito á problemas, dores de cabeça e ainda várias despesas associadas, imagine se tiver vários e os utilizar todos! Evite-os ao máximo!

Cuidado com os Investimentos

Nos dias que correm fazer investimentos é um risco que nem todos podem correr, por isso, faça apenas investimentos com retorno garantido. Informe-se bem, analise todas as propostas e avance apenas com a total certeza.

Contas Bancárias

Ter poucas contas bancárias só lhe trás vantagens: menos despesas associadas anualmente, é muito mais simples de conseguir vantagens do banco se mantiver tudo na mesma instituição e é até mais fácil de controlar as suas despesas/receitas.

Lista de Compras

Este é o último mandamento mas é provavelmente o mais importante deles todos. Como já referimos no artigo “Aprender a Poupar nas Compras”, a lista de compras é essencial para não adquirir produtos desnecessários e evitar gastos supérfluos quando vai ao hipermercado.

No Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.